top of page

Esclarecendo mitos comuns sobre a cirurgia bariátrica



Há diferentes métodos para a realização da cirurgia bariátrica, também conhecida como “redução de estômago”. A escolha varia conforme o perfil e as necessidades de cada paciente, e quem determina essa questão, é o médico-cirurgião, após uma exaustiva análise baseada em exames clínicos e laboratoriais, acompanhamento nutricional e psicológico, entre outros.


Muitas pessoas buscam o consultório em busca de milagres, porém é muito importante realizar todo o processo de forma segura e seguir as orientações médicas. Confira alguns mitos comuns que costumam assustar pacientes que desejam passar pelo procedimento:


Em um ano de pós-operatório, o paciente normalmente engorda. V: O paciente precisa manter uma dieta equilibrada e acompanhamento nutricional. Seguindo todas as recomendações, não engorda.


Mulheres submetidas à cirurgia bariátrica não devem engravidar. V: Transcorridos 12 meses do pós-operatório, é permitido engravidar. Nesse período, é necessário utilizar métodos anticoncepcionais, sob prescrição médica.

Há a tendência à depressão após a cirurgia. V: Não há uma tendência. Caso ocorra, o paciente deve ser avaliado por psicólogo ou psiquiatra.


O paciente deve fazer cirurgia plástica corretiva. V: Nem sempre! Cada caso deve ser avaliado criteriosamente pela equipe multidisciplinar responsável pelo tratamento.


Que tal dar o primeiro passo em direção à sua mudança de vida? Agende sua consulta com o Dr. Giuliano, clicando no botão do WhatsApp ou no agendamento online!

Comments


whatsapp (8).png

Contato direto
com a secretária

bottom of page