Obesidade: muito além da estética



Sim, nós sabemos que é muito comum as pessoas se sentirem insatisfeitas com seu corpo, principalmente as mulheres. Uns quilinhos a mais, aquela barriguinha que aparece na camisa. Mas é importante deixar claro que a obesidade, muito além da estética, apresenta diversos outros problemas, como aumento hipertensão arterial, doenças cardiovasculares e cérebro-vasculares, além de diabetes e muitas outras doenças.


A Organização Mundial de Saúde (OMS) aponta a obesidade como um dos maiores problemas de saúde pública no mundo. No Brasil, a obesidade vem crescendo progressivamente. Estudos apontam que mais de 50% da população está acima do peso, seja na faixa de sobrepeso ou obesidade.


Em determinados casos, o paciente pode reverter a situação com dieta e a prática regular de exercícios físicos. Já em outros, pode ser indicado um procedimento cirúrgico que auxilia no processo de perda de peso. Mudar e manter alguns hábitos é aconselhável em todos os casos, veja:

  • Beba mais água: recomenda-se, pelo menos, 2 litros por dia.

  • Tenha um local e horários adequados para realizar suas refeições: ter um local sossegado e horários certos para comer, podem ser importantes aliados no combate à obesidade.

  • Evite uma dieta a base de alimentos processados e ultraprocessados: isso, porque, entre outros prejuízos para sua saúde, esses alimentos tem sua composição nutricional desfavoravelmente alterada.

  • Não vá ao supermercado com fome: todo mundo sabe que o esse é um lugar onde as tentações “pulam” em nossos carrinhos e, chegar com fome, é a condição perfeita pra voltar pra casa com as sacolas cheias de alimentos nada saudáveis.

Se na época dos nossos avós, estar acima do peso, era sinal de saúde e bem-estar. Hoje, esse é um grande alerta para sérios problemas e riscos para sua saúde e qualidade de vida.